DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Jul 18, 2018 10:00 am

MEUS IRMÃOS
Meus irmãos, mediunidade
É um terreno abençoado
Em que cada médium colhe
O que nele houver plantado.

Trabalhemos com afinco
Nesta seara de luz,
Cultivando a sementeira
Do serviço com Jesus.

Não deixemos a charrua
Em qualquer canto esquecida,
Qual enxada que a ferrugem
Em pouco tempo invalida.

Nem sejamos a figueira,
Que frutos devia ter
Quando o Mestre a procurou,
Para dela se valer...

Quem for médium sempre esteja
Em condições de servir...
Mesmo que esteja chorando,
Deve aprender a sorrir.

Que se esqueça dos problemas
Que afirma ter de montão,
Pois para viver em paz,
Esta é a melhor solução.

Que médium que se dá ao luxo
De não ter problema algum,
Se existe, devo dizer-lhes
Que não conheço nenhum!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Jul 18, 2018 10:01 am

NOSSA FESTA DE NATAL
Há muita gente connosco
Neste banquete de luz,
Em que, juntos, partilhamos
O pão da fé em Jesus.

Entre tantos companheiros
Em condições de escrever,
Sou eu, o menor de todos,
Que lhes venho agradecer...

Doutor Bezerra me diz:
- “Formiga, fale por nós...
Por você, nossos irmãos
Hão de ouvir a nossa voz.”

Falar de tudo o que sinto,
Sei que é muita pretensão,
E, por isto, simplesmente,
Quero pedir permissão...

Permissão para beijar,
No afecto que nos comanda,
Ao lado de Augusto Cezar,
As mãos de Dona Yolanda...

E, sem ferir-lhe a modéstia
De irmã devotada ao bem,
Ao seu grupo de trabalho
Desejo abraçar também...

Que esta equipe continue,
Na paz do “Lar-Oficina",
Percorrendo este caminho
Que a Caridade ilumina..

Connosco estão Tiaminho,
Wady a Jair Presente,
Laurinho, Walter Perrone,
Com o Augusto sempre à frente...

Vejo ainda a Volquimar,
O Wilson ao lado do Tato...
A turma do “Somos Seis"
Prossegue firme de facto...

Nossa Claudinha Galasse,
Alexandre e Moacyr,
Dona Fifina, Mercedes,
Maria Eunice a sorrir...

O nosso Weaker Batista,
De todo agora refeito,
Abraçando a Dona Zilda
Se diz muito satisfeito...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Jul 18, 2018 10:01 am

Dona Cármen e Luiza,
Conversam com o Gonçalves...
O Jó envia lembranças
Para a Nena e para o Galves...

Repartindo miosótis
Num bouquet de amor sem-fim,
Permanecem no recinto
Os nossos Tonho e Joaquim...

São tantos... Não posso mais,
Citá-los como eu queria...
Esta Casa está em festa
Desde que nasceu o dia...

Entretanto, mais um nome
Preciso citar ainda:
Eu estou me referindo
A nossa querida Erminda...

Agora, é o ponto final.
Desculpem amigos meus,
Mas os nomes que esqueci,
Serão lembrados por Deus.

Antes, porém, que eu me vá,
Rogo aos Céus em pranto mudo
Pela saúde do Chico,
Razão de ser disto tudo...

Despedindo-me, feliz,
Nesta assembleia de luz,
Cantamos juntos em prece:
- “Viva o Natal de Jesus!..."
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Jul 18, 2018 10:01 am

SE EU NÃO TIVER CARIDADE
De que me vale, Senhor,
Ser amigo da Verdade,
Se com os meus companheiros
Eu não tiver caridade?!...

De que me vaie almejar
A conquista da humildade,
Se com quem me põe à prova
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale o ideal
De servir à Humanidade,
Se com um só de meus irmãos
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale guardar,
No coração, piedade,
Se no afã de minhas mãos
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale aos
Teus passos Demonstrar fidelidade,
Se com quem segue comigo
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale lá fora
Repartir felicidade,
Se dentro da própria casa
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale saber
O idioma da bondade,
Se falando sobre alguém
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale lutar
Contra a humana vaidade,
Se com os defeitos alheios
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale sonhar
Com a paz que não se degrade,
Se ante as pedras do caminho
Eu não tiver caridade?!...

De que me vale, Senhor,
Conhecer Tua vontade,
Se, enfim, só faço o que quero
E não tenho caridade?!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qua Jul 18, 2018 10:01 am

MENSAGENS DO ALÉM
Muita gente quer mensagem
Dos amigos que partiram,
Entretanto, não é fácil
Atender aos que pediram...

Alguns voltaram à Terra
Numa nova encarnação;
Muitos se encontram lutando
Em outros campos de acção...

Há quem receie escrever
Aos corações tutelares,
Pelo nível de exigência
Dos próprios familiares...

Por estranho que pareça
- Digo isto meio sem jeito
De adentrar um Centro Espírita,
Tem “morto" com preconceito...

Espíritos arraigados
Ao que fizeram no mundo,
Face a face com a Verdade,
Sofrem desgosto profundo...

O médium, por sua vez,
Teme igualmente se expor
As pedradas que lhe atira
Quem critica sem amor...

Entre nós, fica esse impasse
Difícil de resolver...
A gente faz o que pode
E deixa o tempo correr...

Quem sabe daqui a cem anos,
Sozinho, às vezes, reflicto,
Não tenhamos tanto entrave
Neste intercâmbio bendito...

Mais espiritualizado,
Quem sabe, futuramente,
O homem mantenha contacto
Com os “mortos” naturalmente...

Até lá, vamos cavando
Este túnel dos dois lados...
Nós daqui, vocês daí,
E ficamos conversados...

Quanto à descrença, deixemos
Quem a ela se reduz,
Mantendo sempre mais viva
A nossa fé em Jesus!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:40 am

VIGILÂNCIA
Vigilância, meus irmãos,
Nos tempos que atravessamos,
Se faz tanto necessária
Quanto o ar que respiramos...

Vigilância a cada instante,
No coração e na mente,
Que a ideia que nos perturbe
Pode surgir de repente...

Vigilância nas palavras
E também nas atitudes,
Evitando decisões
Precipitadas ou rudes...

Vigilância no trabalho
E no aconchego do lar,
Buscando não ter mais tarde
Motivos para chorar...

Vigilância que se aplique
Contra a alheia tentação,
Mas vigilância dobrada
Contra a própria imperfeição...

Vigilância sempre activa
No que lhe cabe fazer,
Sem nunca cruzar os braços
À execução do dever...

Vigilância que nos seja
Incansável sentinela,
Resguardando a nossa paz
De quem trama contra ela..

Vigilância quando as coisas
Não estão como convém,
Vigilância quando tudo
Parece estar indo bem...

Vigilância sobre o tempo,
Que o tempo passa depressa
E quem não valorizá-lo
Acaba sofrendo à beça...

A protecção do Senhor,
Com todos nós se reparte,
Mas espera que igualmente
Façamos de nossa parte!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:40 am

SERVIR A JESUS
Meu amigo, o Espiritismo
Nada exige de ninguém...
Cada qual faz de si mesmo
O que a si próprio convém.

Não pede a transformação
Instantânea de quem seja,
Porque todo homem é livre
Para ser o que deseja.

Não proíbe coisa alguma
A nenhum de seus fieis,
Que, certamente, é que_ sabem
Como gastar os seus “reis"...

Não impõe quaisquer preceitos,
Antigos ou atuais,
A quem procura uma crença
Sem normas e rituais.

Não condena quem errou,
Ou a quem ainda erra,
Consciente de que “santos"
Não existem sobre a Terra.

Entretanto, o Espiritismo
No afã a que se propõe,
Necessita do concurso
De quem ao bem se dispõe.

Não afirmes seja pouco
O que tenhas para dar...
Se possuis boa vontade,
O resto vem devagar...

Nem digas que te envergonhas
Do que fazes ou fizeste...
Deus te ama tal qual és,
No amor com que te reveste.

Da paz do seu Reino Excelso,
O Senhor te segue os passos,
Mas, para trazê-lo ao mundo,
Necessita dos teus braços...

Guarda contigo a certeza,
Que nada te compromete
E servir a Jesus Cristo
É a honra que te compete!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:40 am

LENHA PARA A FOGUEIRA
Meus irmãos, vendo crescer
O nosso humilde trabalho,
Fico a cismar em um canto
Com o meu raciocínio falho...

Que será que vai virar
Esta nossa reunião?!
- Eu me questiono e me aflijo,
Contemplando a multidão.

Que será que o povo espera
De nós, uns pobres coitados,
Que muito mal conseguimos
Redigir estes recados?!

Mais não temos para dar...
Isto é tudo o que podemos,
E servir a Jesus Cristo
É somente o que queremos.

Às vezes, tenho vontade
De, na estrada, dar no pé;
O que, por certo, faria
Se não fosse Irmão José...
Pois é ele quem me diz

— Tanto a mim quanto aos demais
O que preciso escutar
Em favor da própria paz:
- “Formiga, não se preocupe...
Façamos de nossa parte.
A Bondade do Senhor
Com todos nós se reparte...

Nossos irmãos sabem disto...
O Espiritismo é uma luz,
Que no mundo se acendeu
Com a protecção de Jesus...

Dessa luz que resplandece
E clareia a Terra inteira,
Formiga, nós não passamos
De lenha para a fogueira..."

Mas dessa excelsa “fogueira",
Com meu jeito de ranzinza,
Se Irmão José é um graveto,
Eu não sou mais do que cinza!...

Não serei eu, meu amigo,
A deixá-lo contrafeito...
De fazer o que deseja,
Você tem todo o direito.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:40 am

Longe de mim vir aqui
Com lenga-lenga e sermão.
Sei o quanto ainda estou
Distante da perfeição.

Entretanto, pense um pouco
No tempo que já perdemos,
Com tantas futilidades
Nas vidas que já vivemos...

Quantas vezes permutamos
O dever pelo prazer,
Plantando desilusões
Tão difíceis de colher?!

Dois mil anos se passaram
E o Evangelho permanece
Como a grande novidade
Que quase ninguém conhece...

Feliz de quem já consegue
Renunciar a si mesmo
E, nos caminhos do mundo,
Deixar de vagar a esmo...

No mais, você me perdoe
Pois não sou alma de escol...
Você faça o que quiser
Com o seu domingo de sol!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:41 am

PÁGINA ÀS MÃES
Diz a lenda que Maria,
A Excelsa Mãe de Jesus,
Ao Calvário regressou
Após o Dia da cruz...

Abandonada à poeira,
De tão ásperos caminhos,
Inda toda ensanguentada
Estava a coroa de espinhos...

Por certo, fora esquecida
Quando desceram da altura
O corpo do Filho amado,
Conduzido à sepultura...

Ao peso da dor imensa,
Ela ajoelha-se ao chão,
Guardando a triste relíquia
De encontro ao seu coração...

Alça a fronte ao firmamento,
Com o pranto a rolar dos olhos
Caindo, sem que perceba,
Sobre a coroa de abrolhos...

De repente, ó maravilha
Que a palavra não resume:
Os espinhos ressequidos
Exalam doce perfume...

Um a um vão florescendo
Num prodígio de beleza.
Qual se operasse um milagre
O reino da Natureza...

E ao coração de Maria,
Balsamizando-lhe as dores,
A coroa se transforma
Num diadema de flores!...

Mães da Terra, recordai
O grande exemplo de fé,
Que vos foi e será sempre
Maria de Nazaré!

Ante os filhos que partiram,
Contei o pranto afinal...
Além das sombras da morte
Triunfa a Vida Imortal!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:41 am

MEDIUNIDADE E PAZ
Se buscas aprimorar
A própria mediunidade,
Meu amigo, não te esqueças
De exercitar a humildade.

Não disputes com ninguém
Os lugares de evidência,
Calando reclamações
Que não tenham procedência.

Faze tudo quanto possas,
Nos deveres que acumulas,
Para manter a harmonia
Do grupo a que te vinculas.

Compreende o companheiro
Que, por vezes, se exaspera,
Pensando na intolerância
Que em ti mesmo ainda impera

Posiciona-te entre os últimos
Se queres ser o primeiro,
Sempre disposto a escutar,
Falando por derradeiro...

Se, realmente, desejas
Que o mal jamais te aborreça
Às ideias infelizes
Não alugues a cabeça...

Pois o médium que não busca
Servir em clima de paz,
Na estrada que percorremos,
Fica sempre para trás!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:41 am

TROVAS AOS MÉDIUNS
O médium que não procura
Fugir à badalação,
Crendo ser o que não é,
Termina na obsessão.

Médium que joga confete
Para cima, entrando embaixo,
Transforma o dom que possui
Em motivo de esculacho.

Médium que imita Narciso,
Adorando a própria imagem,
Um dia, se surpreende
Contemplando uma miragem...
*
Muito médium promissor
Na estrada em que se desloca,
Não raro, tropeça e cai
Ao se envolver com fofoca.
#
Não conheço nenhum médium,
Desculpe o tom informal,
Que se pode dar ao luxo
De pensar que seja o tal...

Depois que se convenceu
De sua fraqueza humana,
O médium Mané da Serra
Só quer dar passe em Joana...
*
Médium que busca elogios
Como quem não quer ouvi-los,
Tenta enganar a si mesmo
E a quem se atreve a pedi-los...

Ao médium que dá de si,
O melhor, seja onde for,
A própria vida confere
O status de servidor.

Ao médium que se redime
No trabalho meritório,
Não fosse a mediunidade,
Restaria o Sanatório...

Mediunidade é uma bênção
Que se reveste de luz,
Para quem busca exercê-la
Com Kardec e com Jesus!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:41 am

DE PASSOS FIRMES
É possível que não contes,
Dentro da própria Doutrina,
Com a compreensão dos confrades
Que criticam-te em surdina

No entanto, não te entristeças,
Nem te deixes abater,
Continuando, em silêncio,
A cumprir com o teu dever.

Busca fazer o melhor
No que te sintas capaz,
Resguardando a consciência
Sob a tutela da paz.

Na história da Humanidade,
Todo o tempo foi assim:
Quem busca seguir o Cristo,
Suporta dores sem-fim...

Ele mesmo não furtou-se
À cruz que o mundo bendiz,
Traído por um amigo
Invigilante e infeliz...

Não te detenhas, portanto,
Escutando a gritaria
De quem quer embaraçar-te
Na estrada do dia-a-dia

Sem humilhar a ninguém,
Ou desprezar a quem seja,
Prossegue de passos firmes,
Conforme o Mestre deseja.

Quem te malha perde tempo
Sobre os caminhos do bem;
Procurando defender-te,
Não percas tempo também...

Deixa falar quem quiser
O que quiser sobre ti;
Perante as lutas que enfrenta,
Cada qual sabe de si.

Reflecte nesta sentença
Que excelsa verdade encerra:
“Quanto mais perto do Céu,
Mais sofre o homem na Terra..
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:42 am

APESAR DA ESCURIDÃO
Na hora do testemunho,
É que se vá, meu irmão,
O que temos aprendido
Em matéria de perdão...

É neste exacto momento
De amarga e dura lição,
Que avaliamos nós mesmos
Por dentro do coração...

Pois, é no instante da prova,
Quando reina a incompreensão,
Que se revela difícil
Ser espírita-cristão...

Que, em verdade, é bem mais fácil
Ao faminto dar um pão,
Que a um companheiro de luta
Estender fraterna mão...

Mas precisamos seguir,
Tropeção em tropeção,
Procurando a luz do amor,
Apesar da escuridão...

Separar trigo de joio
E cultivar união,
Colhendo os frutos da paz
Em bendita floração!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Qui Jul 19, 2018 9:42 am

IRMÃO DA MEDIUNIDADE
Irmão da mediunidade,
Prossegue com tua cruz
Caminhando, passo a passo,
Na senda que te conduz.

Se nas lutas que faceias
Há tanto escárnio e desdém,
Sobre os espinhos que pisas
Há muitas flores também...

Se te sentes vacilar
Nos conflitos que suportas,
Reflecte nos corações
Que encorajas e confortas...

Pensa naqueles amigos
Aos quais estendeste a mão
E devolveste a esperança
Ao levantá-los do chão...

Medita nos companheiros,
Perdidos na humana lida,
Que auxiliaste, em silêncio,
A se encontrarem na vida...

Na linha de raciocínio
Dos pensamentos a esmo,
Não fosse a própria tarefa
Que seria de ti mesmo?!...

Ante as inúmeras bênçãos
Que surgem na tua estrada,
Vê que não tens o direito
De te queixares de nada...

E, embora as dificuldades
Que procuras contornar,
Possuis maiores motivos
De sorrir do que chorar...

Sustenta a excelsa charrua
Na gleba da fé sincera,
Preparando sobre o mundo
A Terra da Nova Era!

Irmão da mediunidade,
Companheiro de Jesus,
Persevera no caminho
Do amor, da paz e da luz!
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:02 am

TROVAS DA PRIMAVERA
A primavera sorri...
De novo, a estação das flores!
Há um perfume de esperança
Consolando as nossas dores!..

Cai a semente na terra
E fica esquecida ao léu,
Esperando confiante
Que a chuva caia do céu.

O homem é qual a semente
Largada ao solo fecundo
Que, sem o amparo dos Céus,
Nada produz sobre o mundo.

Reflictamos na lição
Que reparto entre nós dois:
As flores nascem primeiro,
Os frutos surgem depois.

Quem vã a árvore frondosa
E as suas flores bendiz,
Quase nunca se recorda
De bendizer a raiz.

Não te queixes de alegria
Que se faça desengano...
Muita árvore floresce
Somente uma vez por ano!

A rosa sobre a roseira
É um prodígio de beleza,
Jóia engastada no espinho,
No escrínio da Natureza...

A morte é feito um machado
Que os teus sonhos dilapida,
Mas a árvore podada
Ressurge sempre florida

Ó lindas sibipirunas,
Ante o amor que não se acaba,
Sois mensageiras da Vida
Florindo aos céus de Uberaba!

Três árvores, três irmãs
Nos caminhos de Jesus...
Três destinos diferentes:
Um berço, um barco, uma cruz!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:02 am

OLHA O RELÓGIO...
Meu amigo, olha o relógio...
O tempo passa depressa.
Uma semana termina,
Outra semana começa.

De novo, já é domingo,
Na data que se consuma,
E o nosso papo prossegue
Quase que sem pausa alguma

O ponteiro dos segundos
Parece brincar com a gente,
Repetindo em tic-tac:
- “Para a frente, para a frente..."

Não deixes para depois
Os teus projectos no bem,
Procurando, desde agora,
Fazer o que te convém.

Sobretudo, não adies
A própria renovação,
Aceitando Jesus Cristo
Por dentro do coração.

Nem esperes que apareça
Melhor oportunidade,
Do que aquela que desfrutas
Servindo na Caridade.

O amanhã é uma esperança
Que talvez se concretize,
Mas o hoje ê uma certeza
No que o homem realize.

Deixa tanta hesitação,
Põe a dúvida de lado.
Quem decide dar de si,
Decide sempre acertado.

Desapega-te dos bens
Que pesam no itinerário,
Guardando apenas contigo
O que te for necessário.

Um dia, breve, quem sabe?,
Eis, enfim, teu necrológio...
Por isto, enquanto na Terra,
Meu amigo, olha o relógio!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:02 am

9 DE OUTUBRO DE 1861
Em Barcelona, a praça tumultua...
O povo se aglomera ante a fogueira
Que a Inquisição acende, sorrateira,
No mal que o fanatismo perpetua...

A multidão protesta e não recua,
Vaiando em altos brados, sobranceira,
A atitude arbitrária e derradeira
De quem queima a Verdade em plena rua..

Passado mais de um século, no entanto,
O povo agora assiste, canto a canto,
A vitória da Fé em áureas flamas...

Revivendo o Evangelho de Jesus,
Propaga-se no mundo a excelsa luz
Das obras de Kardec dentre as chamas!...

(Página recebida pelo médium Carlos A. Baccelli, em reunião da Casa Espírita 'Bittencourt Sampaio”, na noite de 9 de outubro de 1991, em Uberaba-MG)
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:02 am

ANTE O ALÉM
A morte, em si, se compara
Às sombras do anoitecer,
Que o sol da vida dissipa
Ao clarão do alvorecer.

Ante as surpresas do Além,
Nesta lição me concentro:
A morte sempre revela
O que trazemos por dentro.

No imenso palco do mundo,
Cada actor busca esmerar-se,
Ao fim do drama, no entanto,
Deve tirar o disfarce...

Quem “morre”, o que mais lamenta,
No momento da partida,
É o tempo que consumiu
Fazendo nada na vida

Na morte, triste ficou
No caminho que era dele...
De tanto “passar o tempo”,
O tempo “passou” por ele...

Renascer numa família
Com uma herança pequena,
Alegria a fé em Deus,
E como acertar na “sena”...

A Terra é campo bendito
De lavra constante e dura,
Onde o homem realiza
Colheita e semeadura.

Para o espírito liberto
Que adeja na imensidão,
“Morrer” é voltar ao corpo
Numa nova encarnação...

Sob o peso do remorso,
Sem paz em que se conforte,
Há quem chegue na outra vida
Pedindo segunda morte...

Saiba quem queira saber,
Na crença a que se devota,
Que Jesus impôs a morte
Definitiva derrota!...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:02 am

TRIGO DE LUZ
Meu irmão, pega a charrua
Do Espiritismo cristão,
Trabalhando sem cessar
A gleba do coração.

Cultiva dentro de ti
As sementes da bondade,
Regadas com tua fé
No suor da caridade.

Que o egoísmo — erva daninha
Não comprometa a lavoura,
Que Jesus, o Mestre Amado,
Junto contigo entesoura.

No labor cotidiano,
Ara e semeia com calma,
Fazendo ao solo do mundo
Florescer a própria alma.

Sejas como a terra fértil
Que o pão da vida produz,
Transformando-te em celeiro
Do excelso trigo da luz!


TEM RAZAO
O nosso irmão tem razão...
Quem busque a paz por escudo,
Necessita, muitas vezes,
Fazer-se de surdo e mudo...

Entretanto, ainda não basta.
Além de surdos, sem voz,
Precisamos vigiar
A ideia que surge em nós.

Parecendo vir do nada,
O pensamento infeliz
Toma corpo e ganha vida
No que se faz ou se diz.

Postar-se de sentinela
À porta dos pensamentos,
Eis a sábia providência
Para todos os momentos.

Quanto ao mais, é trabalhar
No bem que resume tudo,
Sendo, às ofensas sofridas,
Cego, bobo, surdo e mudo.
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:03 am

O GRÃO DE AREIA
Pequenino grão de areia
Que, uma vez, pôs-se a falar,
Clamava perante o céu,
Como se o céu fosse o mar:
— “Por que, meu Deus, me criaste
E me puseste no chão,
Pequenino grão de areia,
Um igual a um milhão?!

Que destino me reservas
Sobre esta praia escaldante,
Em que me vejo na vida
Em sofrimento constante?!...

Dia e noite, noite e dia,
Vivo ao sabor da maré
Que me leva às profundezas,
Aniquilando-me a fé...

Sou infeliz...
Nada valho...
Aspiraria não ser,
Nem mesmo aquilo que sou
Em meu triste padecer...”

Neste instante, o grão de areia,
Nessas ideias imerso,
Arrastado pelas ondas
Novamente é submerso...

Inutilmente, reage
Contra a concha nacarada,
Que imagina ser a morte
Com a boca escancarada...

Entretanto, ó maravilha!,
O grão de areia descrente,
Adormece e se transforma
Numa pérola luzente!...

Homem, és sobre este mundo,
Em que a sombra te reduz,
Pequenino grão de areia,
Por Deus, destinado à luz...

Caminha ao peso do lenho,
Mesmo seguindo de rastros...
Ao fim da luta terrestre,
Hás de brilhar como os astros...
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Ave sem Ninho em Sex Jul 20, 2018 10:03 am

PRESENTE DE NATAL
Senhor Jesus, eu queria,
Por presente de Natal,
Um celeiro de alegria
No fundo do meu quintal!

Que esse bendito armazém,
Aberto seja a quem for,
Nunca negasse a ninguém
Os frutos do Teu amor...

Que a esperança aos meus irmãos,
No bem a que nos exortas,
Fosse pão em minhas mãos
A quem me batesse às portas...

Eu queria, Mestre Amado,
Ser a fonte da ventura
Ao peregrino cansado
De tanta luta e amargura...

A palavra de coragem
Feito escora no caminho,
A quem prossegue viagem
Seguindo devagarinho...

Eu queria de verdade
Uma vara de condão,
Que tornasse realidade
Os sonhos do coração...

Unir num fraterno abraço
Os crentes quanto os ateus,
Na certeza a que me enlaço
Que todos somos de Deus...

E que a paz dentro de mim
Não fosse simples quimera,
Brotando qual brota, enfim,
Uma flor na primavera...

Servindo sempre Contigo,
Ante a luz que me reveste,
Queria ser mais amigo
Dos amigos que me deste...

Ah, Senhor, como eu queria,
No fundo do meu quintal,
Um celeiro de alegria
Por presente de Natal!...

§.§.§- Ave sem Ninho
avatar
Ave sem Ninho

Mensagens : 82987
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 62
Localização : Porto - Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DOR E LUZ - EURÍCLEDES FORMIGA /Carlos A. Baccelli

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum